XANTAR: Teve 24 mil visitantes

0
129

Xantar 2018 atende seus objetivos e fecha com 24 mil visitas

– O Ministro dos Assuntos Rurais e o diretor da Agência de Turismo da Galiza presidiram a cerimônia de encerramento em que se celebrou o dia dedicado a O Barco de Valdeorras, A Arnoia, Sober, Maceda e Camino de Santiago
– Santiago Campelo na categoria profissional e Cristian Argibay na categoria amador, vencedores do Xantar Gourmet Contest patrocinado pelo Grupo Cuevas
– As 200 experiências oferecidas pelo show foram seguidas por mais de 7.000 participantes

Xantar fecha suas portas esta tarde com alguns dados que o posicionam como um ótimo ponto de encontro internacional para turismo e gastronomia. Cerca de 24 mil visitas acompanharam a celebração de sua 19ª edição, o único salão especializado em turismo gastronômico na Espanha com categoria de Feira Internacional.

Com 273 expositores, 15 restaurantes e 20 menus e que oferecem mais de 200 experiências para “viver Xantar”, o show conclui após cinco dias de intensa atividade que visava o fortalecimento das relações de cooperação transfronteiriça entre a Galiza e Portugal e o Ibero-Americano até da participação ativa do Panamá e da presença de profissionais e chefs da Costa Rica, do México e dos Estados Unidos. Portugal, país convidado, foi o grande protagonista deste evento em que mostrou por que ele foi escolhido como o melhor destino turístico do mundo nos World Travel Awards.

O Xantar 2018 voltou a confiar na lealdade dos profissionais do setor e também do público em geral tanto da Galiza como de Portugal e das províncias vizinhas, que cumpre o objetivo do show para promover o turismo local através da gastronomia.
O encerramento desta 19ª edição foi da responsabilidade do Ministro Regional de Assuntos Rurais, Ángeles Vázquez, acompanhado pelo diretor da Agência de Turismo da Galicia, Nava Castro, e pelo prefeito de Ourense, Jesús Vázquez. O ministro disse que “Xantar é uma ótima oportunidade para divulgar os produtos galegos, já que aqui toda a cadeia de produção é representada, do produtor ao estalajadeiro e cozinheiro que passa pela indústria de alimentos”. Ele também indicou que é “uma referência internacional e um exemplo de cooperação transfronteiriça e ibero-americana”. Por sua parte, Nava Castro explicou que “a gastronomia já é uma atração turística em si mesma, mas também um complemento perfeito para outros recursos turísticos” e indicou que a Xunta aprova em breve seu Plano de Enogastronomia.

Este último dia de Xantar foi dedicado aos conselhos de Sober, A Arnoia, O Barco de Valdeorras e Maceda. Todos os prefeitos presentes coincidiram em reivindicar o local que corresponde ao turismo rural e ao turismo interior na Galiza. Foi também o dia dedicado aos Caminhos de Santiago que foram celebrados com a cerimônia de entrega do “Prato ao Mérito Turístico” da Ordem à Câmara Municipal de Ponte de Lima que trabalha para valorizar o caminho português e aquele recebido em 2017 para mais de 50 mil peregrinos. Outro também foi dado ao INORDE pelos investimentos feitos para converter as antigas estações ferroviárias de Campo Becerros, A Mezquita e Vilar de Barrio em albergues para peregrinos.

Durante esta cerimônia de encerramento, foram entregues os prêmios do Concurso de Cozinha “Xantar Gourmet” patrocinado pelo Grupo Cuevas. Na categoria de amadores, o vencedor desta categoria foi Cristián Argibay, aluno do CIFP Compostela, que fez a receita “Caña de Grelo e pescada galega do pincho com espuma de batata”. Na categoria profissional, o vencedor foi Santiago Campelo, de As Neves, que preparou a receita “Queijo cottage, iogurte e frutas cítricas”.

O programa de atividades da Xantar 2018 apresentou mais de 200 experiências gastronômicas divididas em três salas de aula gastronômicas e uma de degustação, com uma média de quatro atividades por hora de duração do show, que foram seguidas por mais de 7.000 participantes, principalmente profissionais do setor. Este programa incluiu exposições de culinária ao vivo em que participaram renomados chefs da Galiza, Portugal, Panamá, Costa Rica, México e Estados Unidos e em que os produtos locais e de qualidade foram avaliados. Outra das atividades que despertaram o interesse dos profissionais foram as mais de 25 degustações comentadas de produtos como vinho, licores, queijos, mel, rum ou café. Devemos adicionar as mais de 50 provas oferecidas por expositores, como aqueles com queijo e vinho de Amandi de Sober ou Botelo de O Barco de Valdeorras, para citar alguns dos organizados para este dia de encerramento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here