PENSAMENTOS: Num Madeiro Fixado

0
9

– NUM MADEIRO FIXADO

Uma estrela cuja beleza

No seu seio me tomou,

Com ternura e grandeza,

Meu coração me levou.

Meu passado, sem passado,

Embora firme e ousado,

Na real vida me soltou,

Com elevação, nobreza,

Num universo sagrado

Que o tempo apagou.

Fruto de um estado de alma,

Turvo e embaciado,

Num baque de aflição,

Vi meu JESUS adorado,

Sem motivo, sem razão,

Num manso lenho cravado.

Meu Mestre e meu Senhor,

Quero sentir Teu doce amor,

Chama viva da Tua presença,

E, contigo, poder anunciar,

Com alegria, coragem e vigor,

Uma nova era de fé e esperança.

Quero esconder-me entre as nuvens,

Para adoçar meu pranto e sofrimento,

Desertar do abismo, do lamento,

Para, sem temor, Te poder venerar,

Vulto augusto de ser mais do que santo.

Vi-TE, entre palhinhas, colocado

O Teu corpinho incensado,

Num enquadramento jamais visto,

Que ao Céu subiu para ser Pai adorado,

Um redentor, um amado, JESUS CRISTO…

Abre meu coração para Te poder amar,

Para Contigo sonhar e me realizar,

Para o tonificar e alindar,

Enchendo-o de bênçãos e fervor,

Exaltação de fé e muito do Teu amor.

Deixa-me esquecer o passado,

Um passado bem rico de pobreza,

Sem objetivos e veios de gentileza…

Deixa-me sonhar, sentir e viver,

Este presente, que é só TEU,

Um PAI eterno, justo e imaculado…

29NOV2017

Z. ROCK

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here