MODA: Azzedine Alaia em Londres

0
12

No próximo mês de maio, inaugura no The Design Museum de Londres a retrospetiva “Azzedine Alaïa: The Couturier”, que celebra a extraordinária carreira do costureiro franco-tunisino falecido em novembro passado.

A exposição vai reunir mais de 60 criações de Azzedine Alaïa dos últimos 35 anos, escolhidas pelo próprio criador, que no momento da sua morte estava a trabalhar em estreita colaboração com o museu na organização da retrospetiva. Apelidado de “King of Cling”, Alaïa tornou-se conhecido pelos seus vestidos intemporais e fluidos que enalteciam o corpo feminino. A mostra vai focar também o processo criativo do mestre costureiro que muitas vezes foi comparado a um escultor.

Azzedine Alaïa nasceu em 1940, em Tunes, na Tunísia. Estudou escultura no Instituto Superior de Belas Artes de Tunes, mas quando se apercebeu “que não podia ser um escultor magnífico”, enveredou pelo mundo da moda. Em 1957, mudou-se para Paris, onde trabalhou como assistente de Christian Dior, Guy Laroche e Thierry Mugler. No final dos anos 1970, abriu o seu próprio atelier e ganhou notoriedade mundial na década seguinte pela sua mestria para o corte e tailoring de formas e materiais inovadores, tendo vestido celebridades como Greta Garbo, Grace Jones, Tina Turner, Madonna, Janet Jackson e Naomi Campbell. Mais recentemente, vestiu Lady Gaga, Rihanna e Michelle Obama.

Conhecido pelo seu estilo discreto e reservado, Azzedine Alaïa preferia desfiles intimistas a grandes espetáculos. Extremamente perfecionista, recusava-se a apresentar coleções até considerar que as suas criações estavam completamente finalizadas. Assim, marcava os seus desfiles seguindo um calendário próprio, fora da grande agitação das semanas de moda.

“Azzedine Alaïa: The Couturier” estará em exibição de 10 de maio a 7 de outubro de 2018no The Design Museum de Londres.

INFO: ModaLisboa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here