Início Região BARREIRO: Iluminação pública será substituída por LED

    BARREIRO: Iluminação pública será substituída por LED

    Barreiro vai substituir todas as luminárias por iluminação LED

    Toda a iluminação pública no Barreiro será substituída por luminárias LED. O Presidente da CMB, Frederico Rosa, e os Vereadores Bruno Vitorino, responsável pelo Centro de Educação Ambiental, S.energia e Reserva Natural Local do Sapal do Rio Coina e Mata Nacional da Machada, e Rui Braga, com a área de Gestão da Cidade, apresentaram, no dia 4 de julho, esta medida, em conferência de imprensa.

    O Presidente da CMB salientou que esta “é uma medida importante que abrange todo o Concelho e permite reacender os focos que estão desligados”. Frederico Rosa enalteceu o envolvimento dos serviços camarários das áreas dos vereadores Bruno Vitorino e Rui Braga que desenvolveram o processo em poucos meses. “Este trabalho vai possibilitar que, no Barreiro, se contribua para a qualidade de vida de todos”, referiu o Autarca.

    O Vereador Rui Braga explicou que a Autarquia irá lançar, em breve, o concurso público para o contrato de eficiência energética de acordo com o modelo ESE (empresas de serviços energéticos), tal como foi adotado em diversos municípios portugueses.

    A substituição de toda a iluminação do Concelho por luminárias LED irá implicar uma redução no consumo de cerca de 60%, salientou o Autarca, referindo que o caderno de encargos do concurso público terá em consideração aspetos relativos à manutenção, os tempos de reposta a avarias, os anos de vigência do contrato, entre outros. Informou ainda que o concurso é referente a todas as luminárias, inclusive as que estão apagadas, o que perfaz um total de 10 865.

    Refere a deliberação referente a este tema, aprovada, em sessão de câmara, a 12 de junho de 2018, que “com um contrato ESE será possível reacender todas as luminárias do concelho mantendo fatores de economia através da transição da Iluminação Publica para Luminárias LED sem investimento do município”. Refere ainda, que a “ESE, por lei, tem de garantir uma poupança superior a 60% e partilhar 10% dessa poupança com o município”.

    Além do retorno para o ambiente e para os consumidores (de acordo com as indicações da União Europeia na área da eficiência energética), esta medida, traduz-se também, na opinião do Vereador Bruno Vitorino, “numa melhoria significativa da qualidade de vida e de segurança dos barreirenses”.

    Por outro lado, a verba (10%) que o município retém da poupança de energia reverterá para a criação de um fundo municipal para a eficiência energética, cujo lucro será investido em novas medidas, no sentido de tornar o Concelho do Barreiro “cada vez mais autossustentável”.

    A CMB acredita que esta medida irá melhorar a qualidade de vida de todos os munícipes.

    CMB 2018-07-06